ícone face twitter instagram

Carnaval da Frei Caneca FM teve mais de 50 horas de transmissão ao vivo

06.03.19 - 10H08
Foto aérea do Recbeat mostra área lotada. Crédito: Hannah Carvalho

Foto: Hannah Carvalho

Emissora pública do Recife ainda produziu entrevistas e documentários exclusivos


A quarta-feira é de cinzas mas a Frei Caneca FM ainda tem combustível pra transformar em energia de carnaval. A emissora pública do Recife, vinculada à Fundação de Cultura Cidade do Recife, transmite neste 06 de março, a partir das 14h, shows do Pré-Amp 2019. Além da apresentação do Mundo Livre S/A e dos três vencedores desta edição do festival - Cássio Oli, Siba Carvalho e Uscafuçu - haverá ainda a veiculação de reprises dos mini-documentários sobre as manifestações culturais carnavalescas, veiculados ao longo dos quatro dias de folia de momo, na 101.5 FM.

Do domingo pré até a terça-feira gorda, foram mais de 50 horas de transmissão ao vivo que começaram com a realização do Palco Frei Caneca. Foram 4 horas  de transmissão ao vivo das 18h até as 22h, além de entradas a partir das 16h. Entre a quinta-feira, 28 de fevereiro, e a  madrugada da quarta, 6, a Frei Caneca FM teve um total de 46 horas de transmissão ao vivo, dos polos do Marco Zero, Arsenal e Cais da Alfândega, este último, onde aconteceu o Festival RecBeat.  Os comentários em tempo real tiveram participação de 10 entrevistados, entre bailarinos, cantores, artistas, designers e jornalistas, que contribuíram com suas vivências e olhares para a discussão sobre o que representa e o que se apresenta na folia de momo.

Rolaram ainda mais de 80 flashes e matérias de repórteres que passaram pelos polos do Recife, na área central e nos bairros. Destaque também para a veiculação dos quatro mini-documentários originais, produzidos pela Frei Caneca FM especialmente para o carnaval, entre sábado (02) e terça-feira (05). Com os temas Galo da Madrugada, Bonecos Gigantes, Brincantes Populares e Blocos de Rua, os documentários incluíram um momento de aprofundamento sobre as temáticas, por meio de entrevistas com mestres, carnavalescos e pesquisadores falando sobre o histórico, a tradição e a cultura das principais manifestações culturais da folia de momo.

A seleção musical da Frei Caneca FM também aderiu ao ritmo do Carnaval. Ainda nas prévias, desde o dia 9 de fevereiro, Dia do Frevo, o “Pen Drive da Madrugada” entrou em ação, tocando exclusivamente gêneros carnavalescos, como frevo, samba, coco, ciranda, afoxé, maracatu e caboclinho, das 0h às 6h dos sábados. E quando a festa bateu à porta, as ondas da Frei Caneca mergulharam de cabeça nessa seleção musical, desde o meio-dia da sexta-feira, 1º de março, até as 6h da Quarta-feira de Cinzas, totalizando quase 100 horas dedicadas à música carnavalesca.

Além de muita música, foram veiculadas 44 reportagens, serviços e agendas ao longo do mês de fevereiro. As semanas que antecederam o Carnaval também colocaram o tema dentro dos programas Salada Pop e Revista Difusora, que tiveram sessões extras de entrevistas.

PE + BA - Se há uma dita rivalidade entre Pernambuco e Bahia pela riqueza de suas manifestações culturais, esta foi deixada de lado por um bem maior: a difusão da tradição e da brincadeira do Carnaval. Em 2019, a Frei Caneca FM firmou uma parceria inédita com a Rádio Educadora da Bahia, ampliando o alcance da comunicação pública e promovendo um intercâmbio entre os carnavais de Recife e Salvador. Galo da Madrugada, Noite dos Tambores Silenciosos e o Festival RecBeat foram alguns dos temas tratados em matérias enviadas para os ouvintes baianos, enquanto no Recife, a Frei Caneca FM veiculou a valorização de espaços para o folião pipoca, como é chamado o brincante do carnaval de rua de Salvador, e a celebração dos 45 anos de formação da banda de Armandinho, Dodô e Osmar.

VIDAS TRANS - Uma outra ação da emissora pública do Recife neste Carnaval foi a campanha “Transforme seu Preconceito em Respeito - Vidas Trans Importam”, que sinalizou para a importância de se conversar sobre a visibilidade trans dentro da sociedade, em especial nessa época onde a vivência dessas pessoas não é recebida de forma acolhedora e segura. A designer e mulher trans, Aurora Jamelo, criou a identidade visual da Frei Caneca FM no Carnaval 2019 e contribuiu com o desenvolvimento de conteúdo para a campanha.

Ao longo de toda programação foi veiculada a série "Um Carnaval Pra Mim", com  depoimentos de quatro pessoas trans - Dandara, Apuã, Gabri e Aurora - falando sobre o preconceito que enfrentam cotidianamente e reforçando a necessidade de conscientização das pessoas para garantia de sua segurança. O respeito às pessoas trans também foi tema de entrevista com Sophia William, no Salada Pop, sobre o tema "Identidade não é Fantasia".

BLOCO NA RUA - Pela primeira vez o Bloco Pen Drive da Madrugada saiu das ondas do rádio para as ruas do Recife. A Frei Caneca FM promoveu uma prévia carnavalesca digna de nota, no dia 24 de fevereiro, com um arrastão que partiu da Praça da Independência até a Praça do Arsenal. Além da animação da orquestra do Maestro Lessa, o cortejo foi colorido e animado pela participação de nove estandartes e flabelos de agremiações tradicionais e contemporâneas: Elefante de Olinda, Vassourinhas do Recife, Bola de Ouro, Eu me Vingo de tu no Carnaval, A Cabra Alada, Sobrecú, Essa Fada, Cordas e Retalhos, Trinca de Ás.

A Praça do Arsenal não foi destino à toa. Lá estava montado o Palco Frei Caneca FM, que deu início à uma programação montada especialmente para o público da emissora, quando o cortejo chegou. As apresentações foram de Alessandra Leão, Karina Buhr e Isaar, no Encontro das Comadres; Dona Onete em seguida e Samba da Resistência finalizando a noite, em um momento que reuniu músicos dos Grupos Terra e Cadência; os cantores Selma do Samba, Elias Paulino, Taiguara Borges, Helena Cristina e Pagode Nascimento; além de representantes de seis rodas de samba do Recife: Samba da Galinha no Azeite do Dendê (Raoni Borges e Hominho), Samba do Pedro Véi (Ricardo Macarrão e Adelmo Santo Amaro), Samba do Baú (Nito Pretinho), Samba Verde (Valtinho) e Samba do Barracão (Buiú Bala e Tony do Reco). Toda a programação também foi transmitida ao vivo na 101.5 FM.

CARNAVAL 2019 DA FREI CANECA FM EM NÚMEROS

  • Mais de 50 horas de transmissão ao vivo

  • Mais de 80 flashes e matérias dos polos do Recife

  • 04 mini documentários

  • Quase 100 horas de música carnavalesca

  • 44 reportagens, serviços e agendas ao longo do mês de fevereiro