Frei Caneca FM já transmite em caráter experimental

Criada há 56 anos, a rádio pública está no ar há algumas semanas

O dia 30 de junho de 2016 entrou para a história na capital pernambucana. O início da noite daquela quinta-feira trouxe uma nova trilha sonora banhando a cidade para quem sintonizava os rádios na frequência 101,5: era a voz do revolucionário Frei Caneca se transformando em realidade, após 56 anos da criação da emissora. Cumprindo mais uma etapa desta longa jornada, a rádio pública do Recife entrou no ar em caráter experimental, há três semanas, após um ciclo complexo que incluiu diversas tentativas de localização, projetos de engenharia de telecomunicação e processos licitatórios.

Depois, também, da realização de uma extensa agenda com 16 reuniões junto à sociedade civil, com a finalidade de desenvolver propostas concretas para as áreas de programação, financiamento e gestão da emissora, a atual gestão da Prefeitura do Recife, ao lado das diversas iniciativas coletivas e individuais que contribuíram com este processo, transforma um sonho antigo em realidade contemporânea.

Vale salientar que a Frei Caneca FM é a primeira emissora pública da história do Brasil a entrar no ar com participação popular e diálogo, processo que garante a transparência e o caráter público da rádio.

EXPERIMENTAL - Com antena, torre e transmissor instalados no Compaz do Alto Santa Terezinha, na Zona Norte da cidade, a emissora pública do Recife iniciou a emissão do seu sinal na frequência 101,5. Diversos ajustes técnicos precisam ser feitos até que a transmissão esteja em plena condição de receber programas e intervenções ao vivo, e passe a ser considerada uma programação plena de rádio. Sendo assim, correções de falhas de áudio, direcionamento de emissão, estabilização do sinal, controle do volume e análise de interferências estão entre os testes em andamento. O estúdio da Frei Caneca funcionará no Paço do Frevo, na Praça do Arsenal.

PRÓXIMOS PASSOS - No decorrer das próximas semanas e meses, a Frei Caneca FM segue o fluxo de atividades para conclusão do processo de implementação. Mais uma vez a sociedade será convocada para validar e publicar o texto das 54 propostas debatidas na consulta pública. Este documento irá nortear todas as ações e projetos da rádio para qualquer grupo que assuma a sua gestão no futuro.

Sendo assim, seguindo alguns dos direcionamentos das Propostas da sociedade, a rádio irá estruturar formas participativas de ocupação da grade de programação, além de parcerias com outras instituições públicas para produção de conteúdos nas áreas de Educação, Cultura, Cidadania e Direitos Humanos. Ações promocionais para ampliar o acesso à compreensão do que seja uma emissora pública de comunicação, voltadas para artistas, estudantes e profissionais de comunicação bem como para o público em geral, além da realização de cobertura e transmissão de eventos artísticos, também estão previstas.

Sendo uma emissora da Fundação de Cultura Cidade do Recife, a Frei Caneca FM, ainda contribuirá diretamente com a cena cultural da cidade por meio de apoio para a divulgação de eventos de música, audiovisual, literatura, cultura popular, artes cênicas e artes visuais.

Todas estas ações complementares do processo de implementação serão monitoradas por um grupo de trabalho permanente de acompanhamento, indicado pela gestão municipal e pelas entidades que participaram do processo de consultas públicas.