ouça agoraícone face twitter instagram

Como a Frei Caneca está sendo construída

20.12.17 - 10H19
Foto de reunião com a sociedade civil. Crédito: Lú Streithorst

A parceria da Sociedade Civil com o Poder Público para a implantação da Rádio Pública. Foto: Lú Streithorst/Arquivo PCR/ 2014

O mês de setembro de 2017 marca a criação de uma estrutura inicial para o funcionamento da Rádio Frei Caneca, a partir da formatação do novo organograma da Secretaria de Cultura do Recife e da Fundação de Cultura Cidade do Recife. Inaugura-se aí uma nova fase para a implantação da emissora, que acalentou o sonho dos recifenses por 56 anos, até sair do papel em 2016.

A partir de 2014, foram formados três Grupos de Trabalho, compostos por um total de 22 representações, para elaborar proposições a respeito do funcionamento da emissora nas áreas de Gestão, Programação e Financiamento. Consolidou-se, então, um novo momento de articulação da rádio. As sugestões foram sistematizadas no documento "Propostas da Sociedade Civil para a Rádio Frei Caneca FM" e passaram a ser aplicadas como diretrizes que guiam o funcionamento da emissora pública, em um compromisso da gestão municipal com a sociedade civil.

Neste final de 2017, um comitê misto formado por nove representantes da sociedade civil e da Frei Caneca FM concluiu a elaboração dos textos do regulamento de Apoio Cultural - que possibilitará aos grupos artísticos e culturais do Estado terem spots veiculados ao longo da programação da rádio -, e do Edital de Ocupação da Grade de Programação, que prevê a participação direta da sociedade na programação da emissora, pensando e produzindo cerca de 40% do conteúdo.

Um outro edital, de Interprogramas, direcionado aos estudantes de Comunicação, foi criado no intuito de estimular o surgimento de novos conteúdos, linguagens e estéticas do rádio, e de fazer circular a produção gerada nos centros universitários. A Academia, representada pelas Instituições de Ensino Superior de Pernambuco que possuem cursos de Comunicação, foi procurada no sentido de tornar-se parceira da rádio e, para além dos Editais, contribuir com conteúdos que sejam gerados em ou para sala de aula.

Em breve, com a liberação da Anatel, estaremos abrindo o microfone com programação diária, de segunda a sexta, das 9h às 20h, mantendo a qualidade e a diversidade do conteúdo musical que temos hoje, mas trazendo outros conteúdos, por meio de entrevistas, notícias, dicas, agenda cultural e serviços, com os objetivos de promover a informação de qualidade, valorizar e fortalecer a cultura e a educação.

Assim, a Frei Caneca vem sendo construída, sempre focada nos princípios de fortalecimento da cidadania, da democracia e dos direitos humanos. Num processo de diálogo entre sociedade civil  e o poder público que, certamente, já entrou para a história da Comunicação Pública no Brasil.